26 de nov de 2007

Quem foi que disse?

"Às vezes, eu queria ter apenas uma vida normal."


Desagradável pergunta: de quem é a frase acima?


A) Michael Jackson


B) Xuxa


C) a manicure da esquina


D) Bento XVI


E) Narcisa Tamborindeguy


F) o homem-bolha


.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Se você respondeu a letra C de CONSTRANGEDOR, está quase lá.
Exatamente como ela, que sempre está "quase lá"...


Britânica de 24 anos diz ter 200 orgasmos por dia
Ela trabalha em um salão de beleza, e a vibração dos secadores a deixa maluca.Mulher é portadora da síndrome da excitação sexual permanente.

(do G1)
A britânica Sarah Carmen, de 24 anos, afirmou ao jornal "News of the World" que costuma ter até 200 orgasmos por dia. Sarah diz ficar excitada com praticamente tudo: o balançar dos trilhos do trem, o vibrar de um secador de cabelos, o ritmo de uma máquina de xerox...

Tudo faz ela chegar lá. Durante uma entrevista de 40 minutos, ela teve cinco orgasmos, segundo o jornal britânico. Isso porque falar de sexo também faz a moça ver estrelas. Sarah sofre de uma doença chamada síndrome da excitação sexual permanente, que faz com que os órgãos sexuais tenham um fluxo sanguíneo maior do que o normal.

"Às vezes eu faço tanto sexo para tentar me acalmar que fico entediada", diz ela. "Os homens com quem eu durmo não fazem muito esforço porque chego ao clímax muito facilmente."
A moça desenvolveu a síndrome após um médico receitar a ela antidepressivos, quando tinha 19 anos.

"Em poucas semanas eu comecei a ficar mais e mais excitada por mais e mais tempo e simplesmente passei a ter orgasmos múltiplos", afirma. "Isso começou na cama, em que as sessões de sexo duravam um tempão e meu namorado ficava atônito de ver quantas vezes eu chegava ao orgasmo."

Depois, segundo ela, o clímax chegava após o sexo, quando ela pensava nas coisas que tinha feito na cama. "Em seis meses, eu já estava tendo 150 orgasmos ao dia - e eles chegam a 200."
Ela e o namorado romperam, e novos parceiros suaram para dar conta da demanda. "Geralmente me preparo para ter quantos orgasmos eu puder, porque só aí posso ter um pouco de paz", diz.

Sarah é esteticista e trabalha em salões cheios de secadores de cabelo e aparatos de tratamento de pele que causam problemas a ela. Quando começa a tossir e corre para o banheiro, as colegas já sabem o que fazer: oferecer um chá ou uma revista às clientes dela. "Às vezes, eu queria ter apenas uma vida normal."

As mulheres que sofrem da síndrome de Sarah sentem constantemente as contrações rítmicas musculares que o orgasmo provoca. A doença é tão rara que alguns especialistas já zombaram dela.

Até hoje, nenhuma explicação científica satisfatória foi dada, mas acredita-se que a causa seja alguma inflamação ou infecção na área pélvica que estimula os nervos do clitóris. Há psiquiatras que acreditam que a síndrome seja um sintoma de alguma crise emocional - como se um coração partido se expressasse por meio de sensibilidade genital.

De qualquer forma, os médicos afirmam que quem é portador da síndrome da excitação sexual permanente sofre tanto fisicamente quanto psicologicamente - e precisa de ajuda médica.

14 de nov de 2007

Apoio nobre à causa elefantóide


É a primeira boa ação realmente louvável da Paris.

Segundo nossa querida Carla Miranda, Britney Spears não mora na Índia, mas poderá ser ajudada. Afinal, elefante bêbado é elefante bêbado em qualquer lugar, não é?



Paris Hilton abraça causa de elefantes bêbados da Índia



A socialite Paris Hilton demonstrou preocupação com os elefantes bêbados que morrem na Índia e foi apoiada por ambientalistas no país. Hilton, que também é cantora, modelo e empresária, foi presa neste ano por quebrar sua condicional ao dirigir alcoolizada.


Grupos que cuidam da preservação dos elefantes na Índia informaram que o apoio de celebridades pode ajudar os paquidermes. Os elefantes ficam bêbados com cerveja de arroz nas fazendas. No mês passado, seis elefantes foram eletrocutados após se embebedar em uma fazenda.


Haveria mais mortes se as pessoas não os afastassem. E quatro elefantes morreram de forma similar há três semanas. É tão triste", afirmou Paris Hilton.


"Os elefantes ficam bêbados todo o tempo. Está ficando realmente perigoso. Nós precisamos parar de disponibilizar álcool para eles", disse Hilton, segundo o site World Entertainment News Network.

O representante de Hilton não comentou sobre a compaixão da socialite em relação aos elefantes bêbados.


"Eu estou feliz que Hilton notou os recentes incidentes com elefantes na Índia após beber cerveja de arroz e serem mortos", disse Sangeeta Goswami, líder da ONG "People for Animals".


Outro ativista também se disse contente com o apoio de Hilton aos elefantes, mas afirmou que o álcool é apenas um reflexo de um problema maior.


"Os elefantes aparecem em áreas onde vivem humanos porque eles perdem seu habitat em razão da destruição das florestas", disse Soumyadeep Dutta, do grupo Nature's Beckon.


"Uma celebridade como Hilton deve prestar atenção neste fato", disse Dutta.

9 de nov de 2007

We can be heros!!!!!


Vestido de Homem-Aranha, menino de 5 anos salva bebê em SC


FELIPE BÄCHTOLD
da Agência Folha

Um menino de cinco anos, que estava vestido com a camisa do Homem-Aranha (o aposto que faz toda a diferença), salvou um bebê durante um incêndio na cidade de Palmeira (236 km a oeste de Florianópolis), segundo o Corpo de Bombeiros de Santa Catarina.

Riquelme Wesley (member of International Firemen) Maciel dos Santos colocou longe das chamas (quase literatura isso) Andrieli dos Santos, a filha de um ano e dez meses de uma vizinha, em um bairro de classe média baixa do município na tarde de quinta-feira.

De acordo com os bombeiros da cidade de Otacílio Costa (unbelivable!!! e agora eu me pergunto: quem foi tal ser? quais seus feitos para o Estado de Santa Catarina?), que atenderam a ocorrência, a dona da casa, Lucilene dos Santos, 36, percebeu que a moradia estava pegando fogo e correu para a rua (tipo, a mulher saiu correndo sem nem ligar pro bebê?!).

Riquelme, que brincava no quintal da casa de sua família, viu o desespero da mãe, que dizia que o bebê havia ficado em um dos quartos da casa.

Ele decidiu tentar salvar a criança. O garoto de cinco anos entrou na casa, tirou o bebê do berço e, com dificuldades, trouxe a menina para o pátio, longe do perigo, segundo o relato dos bombeiros. (Nesse momento, eu me pergunto: será que nosso heróico colega Riquelme teria feito tudo isso se NÃO estivesse trajando a camiseta do Homem Aranha?)

Ninguém se feriu. Apenas Lucilene e o bebê estavam em casa no momento do incêndio.

Sem medo

Na hora do resgate, o menino vestia uma camisa do Homem-Aranha, super-herói dos quadrinhos e do cinema.

"Ele disse que não tinha medo porque era o Homem-Aranha", conta o soldado do Corpo de Bombeiros local, Giovanni Cunha.

O bombeiro diz que antes de entrar na casa o menino tentou acalmar a mãe de Andrieli.

O Corpo de Bombeiros foi acionado logo após Riquelme ter resgatado a menina. O incêndio consumiu cerca de 80% da casa de Lucilene, que era de madeira e tinha cerca de 50 metros quadrados. (Gente, essa Lucilene é grande, hein? E cara de pau!)

Um curto-circuito foi a provável causa do fogo, segundo os bombeiros. A cidade de Palmeira tem 2.300 habitantes.