6 de ago de 2009

Fashion Week disso? Hmmm...

Seguindo as instruções da coordenadora-master do Desagradável, posto aqui uma letra que não sai da minha cabeça e vem de encontro com a preocupação mostrada pela música da Carol Abe, correspondente em Londrina.
Infelizmente (ou felizmente, confesso que não sei como classificar), não achei vídeo para ilustrar, mas acho que não faz a menor diferença.

Aqui vai:
"Beijo Na Boca É Coisa Do Passado"
Furacão 2000
Composição: Pedro

Beijo na boca é coisa do passado agora a moda é, é namorar pelado
E joga as mãos para cima e bate na palma da mão e mexa o seu corpo vai descendo até o chão
agora eu quero ver você pular, agora eu quero ver você mexer,
agora eu quero ver você dançar, agora eu quero ver você beijar.
Beijo na boca é coisa do passado agora a moda é, é namora pelado

Mui gratos, "Pedro"!

Em tempos de gripe suína

Prestes a cortar os pulsos com uma faquinha de plástico, som de piano ao fundo. O vídeo também é fantástico!



I'll Never Fall in Love Again
by Burt Bacharat and Hal David

What do you get when you fall in love?
A guy with a pin to burst your bubble
That's what you get for all your trouble
I'll never fall in love again
I'll never fall in love again

What do you get when you kiss a girl
You get enough germs to catch pneumonia
After you do, she'll never phone you
I'll never fall in love again
I'll never fall in love again

Don't tell me what it's all about
'cause I've been there and I'm glad I'm out
Out of those chains those chains that bind you
That is why I'm here to remind you

What do you get when you give your heart
You get it all broken up and battered
That's what you get, a heart that's shattered
I'll never fall in love again
I'll never fall in love again

Out of those chains those chains that bind you
That is why I'm here to remind you

What do you get when you fall in love?
You only get lies and pain and sorrow
So for at least until tomorrow
I'll never fall in love again
I'll never fall in love again

I'll never fall in love again
I'll never fall in love again

Só podia ser samba-enredo

Perdoe-me a Mangueira, mas esta frase é f***.



As Quatro Estações do Ano (ou "Primavera")
Samba-Enredo da Mangueira, 1955
de Alfredo Português, Jamelão e Nelson Sargento

BRILHA NO CÉU O ASTRO-REI
COM FULGURAÇÃO
ABRASANDO A TERRA
ANUNCIANDO O VERÃO
OUTONO
ESTAÇÃO SINGELA E PURA
É A PUJANÇA DA NATURA
DANDO FRUTOS EM PROFUSÃO
INVERNO
CHUVA, GEADA E GAROA
MOLHANDO A TERRA
PRECIOSA E TÃO BOA
DESPONTA
A PRIMAVERA TRIUNFAL
SÃO AS ESTAÇÕES DO ANO
NUM DESFILE MAGISTRAL
A PRIMAVERA
MATIZADA E VIÇOSA
PONTILHADA DE AMORES
ENGALANADA, MAJESTOSA
DESABROCHAM AS FLORES
NOS CAMPOS,
NOS JARDINS E NOS QUINTAIS
A PRIMAVERA
É A ESTAÇÃO DOS VEGETAIS

OH! PRIMAVERA ADORADA
INSPIRADORA DE AMORES
OH! PRIMAVERA IDOLATRADA
SUBLIME ESTAÇÃO DAS FLORES

Pérolas do Cancioneiro Internacional

Para dar um 'up' neste blog de colaboradores ocupadíssimos que não têm tempo de colaborar, tomei uma decisão. Não, não vou oferecer R$ 100 por post. Muito menos £100. Vou criar uma nova seção.

Você de repente já ficou chocado ou perplexo ao notar um trecho inacreditavelmente brega ou surreal de uma música consideravelmente boa? Não, porque tem música que é brega e ruim por inteiro, por isso não tem como não esperar por uma frase ridícula. Mas tem música que é bacaninha, mas tem um detalhe que dói no ouvido......

Vamos aos exemplos. E que venham as colaborações, espero! Oxalá!